quinta-feira, 15 de junho de 2017

Agudos tem Corpus Christi participativo

Foto: Jéssica Oliveira 
Fiéis acordaram cedo para enfeitar as ruas, inclusive as crianças que, juntos com os pais, colocaram a “mão na massa” e deram um toque especial à solenidade. É tradição que se renova e passa de pai para filho

Por Isabela Gaspar 

As Paróquias São Paulo Apóstolo e Santo Antônio, de Agudos, celebraram na tarde desta quinta-feira (15) a solenidade de Corpus Christi. A Missa foi presidida pelo pároco Frei Silvio Trindade Werlingue, da São Paulo Apóstolo, e concelebrada por Frei Carlos Pierezan, Vigário, e Frei José Martins Coelho, pároco da Santo Antônio. Também com a presença do Diácono Marcos Alberto Arantes.

A celebração começou em frente à Paróquia São Paulo Apóstolo, reunindo milhares de fiéis, que puderam caminhar junto a Jesus Eucarístico pelas ruas de Agudos.

Durante a sua homilia, Frei Carlos comentou sobre a Eucaristia como alimento para a fé. “Nós temos duas mesas: uma é a do pão que compramos na padaria e serve para o nosso sustento. A outra é Jesus, o pão que mata a fome de vida, de amor e solidariedade”, disse.

Pierezan continuou dizendo que é preciso que a Eucaristia esteja presente em todos os lugares, por meio das atitudes humanas no cotidiano, ou seja, pelo exemplo de vida que cada um pode passar ao próximo. “Jesus precisa sair do sacrário e ir até o povo. Nós precisamos levar Jesus, pois Ele é o nosso maior tesouro. Ele quer ver as famílias, que estar em praça pública”.

Na Missa, durante o ofertório, foram levados até o altar, como gesto simbólico, as fraldas geriátricas e os litros de leite arrecadados para pessoas que passam por necessidades.

Ao final da celebração e antes de sair em procissão, Frei Silvio motivou os presentes para fazer uma oração pela paz no Brasil e no mundo. O pedido foi para que todos sejam misericordiosos com o momento difícil pelo qual o país está passando.

De pai para filho

Com temas sobre a Campanha da Fraternidade 2017, 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, desenhos de Jesus Cristo e a Eucaristia sendo contemplada em todos os momentos, membros de pastorais e das comunidades das duas paróquias acordaram cedo para montar os tapetes da passagem de Jesus. O momento foi muito participativo, inclusive pelas crianças da catequese que, junto com os pais, estavam em peso para ajudar no que fosse preciso.

Ana Clara Silva tem oito anos e faz catequese na Paróquia Santo Antônio. É o primeiro ano que ela veio ajudar, com certeza de que a experiência valerá a pena. “É uma coisa muito boa estar aqui, pois ajudar faz bem”, comenta.

Maira Cristina Rondina Couto é mãe de Otávio e Heitor, que estavam ansiosos para a montagem dos tapetes. “Estou aqui relembrando quando eu ajudava e acho muito interessante que as crianças venham ajudar para ver como é esta integração”, diz.


A participação de pais e filhos surpreendeu até as catequistas. “Fizemos uma atividade prévia com as crianças explicando o sentido de Corpus Christi. Após, convidamos os que gostariam de participar como voluntários e os pais pediram para estar junto e ajudar, relembrando o tempo que eles enfeitavam as ruas. O resultado foi surpreendente e eles compareceram em massa”, comentou Denise Bello, catequista da Paróquia São Paulo Apóstolo. 

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Solenidade de Corpus Christi em Agudos

Paróquias São Paulo Apóstolo e Santo Antônio se unem para a celebração, enfeitando as ruas agudenses com criatividade e originalidade

As Paróquias São Paulo Apóstolo e Santo Antônio de Agudos realizam na próxima quinta-feira (15/06), a solenidade de Corpus Christi. Neste ano, a celebração da Missa em frente à Paróquia, às 16h, seguida de procissão pela rua 7 de setembro e bênção final em frente à Paróquia Santo Antônio.

As duas Paróquias, pastorais e movimentos já estão se organizando  para o tradicional enfeite das ruas, que como em todos os anos surpreende os fieis com tanta criatividade e originalidade.
  
Ainda dentro da programação de Corpus Christi é possível colaborar com a doação de fraldas geriátricas, que serão entregues para famílias que necessitam. Os interessados poderão contribuir entregando a sua doação na secretaria paroquial, das 9h às 17h, até esta quarta-feira (14).

Mais
A solenidade de “Corpus Christi” surgiu no século 13 quando a Igreja Católica sentiu a necessidade de realçar a presença real do “Cristo” no pão consagrado. A solenidade foi instituída pelo Papa Urbano 4º em 11 de agosto de 1264, para ser celebrada na quinta-feira após a Festa da Santíssima Trindade, que é realizada no domingo depois de Pentecostes.

No Brasil é costume ornamentar as ruas por onde passa a procissão com tapetes coloridos e desenhos de inspiração religiosa.

Serviço


A solenidade de “Corpus Christi” começar com Missa, às 16h na Paróquia São Paulo Apóstolo. Em seguida, haverá procissão pela Rua 7 de setembro com bênção final em frente à Paróquia Santo Antônio. Caso chova, a Missa será na Paróquia São Paulo Apóstolo, no mesmo horário. Informações pelo telefone: (14)3262-1237. A Paróquia São Paulo Apóstolo fica na Avenida Benedito Otoni, 582, Centro, Agudos – SP. 

terça-feira, 6 de junho de 2017

Agudos tem novo feriado municipal

Por Isabela Gaspar

Foto: Daniela Gaspar
A data de 25 de janeiro, festa da Conversão de São Paulo Apóstolo, será momento para reflexão e resgate da história do município e de seu povo

O resgate histórico de uma cidade e de seu povo é importante para reflexões futuras, uma vez que valoriza como foi escrita uma determinada “passagem” de um tempo que marcou e deixou frutos. Neste sentido, a Paróquia São Paulo Apóstolo e a cidade de Agudos tiveram uma importante conquista, cuja resposta chegou no mês de maio:  dia 25 de janeiro, festa da Conversão de São Paulo Apóstolo, agora é feriado municipal, de acordo com a lei 5.048, de 11 de maio de 2017, aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito Altair Francisco Silva. Na cidade a data sempre foi comemorada, porém, apenas em âmbito paroquial, por se tratar do padroeiro da Paróquia.

A conquista foi mobilizada pela vereadora Maria Antônia da Silva, a Tata, paroquiana e membro ativo das pastorais paroquiais. “Católica praticante ela nos procurou e pediu que enviássemos um texto à Câmara Municipal explanando um pouco da história da Paróquia São Paulo Apóstolo e sua contribuição na história do povo agudense”, comenta o pároco Frei Silvio Trindade Werlingue.

Werlingue ressalta que a conquista do feriado é motivo de união entre os agudenses. “Que este reconhecimento público da importância da religiosidade na história do município de Agudos, nos motive católicos e evangélicos a caminhar sempre juntos, unidos a caminho do diálogo e da comunhão”, diz

A Paróquia agora mobiliza ações para a festa da Conversão de São Paulo Apóstolo com uma grande celebração solene no mês de janeiro.


Texto enviado à câmara

A história do município de Agudos está entrelaçada com a Igreja Católica desde a época de sua fundação. Como é do conhecimento dos agudenses, a freguesia de São Paulo dos Agudos surgiu nas terras doadas por Faustino Ribeiro (33 hectares e 88 acres) ao padroeiro São Paulo Apóstolo, conforme pode ser lido no ofício datado de 21 de maio de 1898, quando o próprio doador formalizou o pedido para a criação da Paróquia.

Sabe-se que nessa ocasião (depois do ano de 1862), já havia sido construída uma primeira Capela consagrada ao Apóstolo Paulo, onde, hoje, se situa o coreto na “Praça da Matriz”. Presume-se que a capela tenha sido consagrada num dia 25 de janeiro (Festa da Conversão de São Paulo). Naquela época, era costume inaugurar um templo no dia da Festa do Padroeiro.

Não há dúvidas de que a data de 25 de janeiro (Festa da Conversão de São Paulo) está radicada umbilicalmente no processo histórico da cidade de Agudos. Por isso, não pode ser preterida. Faz-se necessário um resgate da história da cidade e do povo agudense que, já nas suas raízes, se demonstrava profundamente religioso. Este dia deve ser lembrado e celebrado solenemente, a cada ano, como memorial da história e da religiosidade do povo agudense.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Amor e fidelidade na Sexta-feira Santa em Agudos

Palavras foram o ápice da reflexão do Pároco Frei Silvio Trindade Werlingue, da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos, que convidou os fiéis para a reflexão sobre serviço e doação nas vivências cotidianas

Fiéis acompanharam nesta sexta-feira (14) a Celebração da Paixão Jesus Cristo, na Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos. Neste dia faz-se memória e reflexões sobre o sofrimento de Cristo na cruz e não há Missa em nenhuma Igreja Católica no mundo todo.

Durante a cerimônia, o pároco Frei Silvio Trindade Werlingue falou que o centro da celebração é o amor e a fidelidade, levados às últimas consequências. “A cruz apareceu no horizonte de Jesus. Ele poderia ter fugido, mas não quis desistir de nós”, disse.

O pároco também provocou algumas reflexões para o sentido da cruz na vida de cada uma das pessoas. “Em um mundo narcisista e consumista, ela é só mais um adereço, porém o verdadeiro sentido da cruz de Jesus Cristo foi o amor”. E continuou indagando aos presentes para que tenham um novo olhar para a vida. "A Paixão de Jesus me faz refletir, me inquieta ou ainda me faz indiferente? Estou motivado a dar a vida pelo bem do outro? Qual é a minha postura diante das cruzes do cotidiano? Como estou cuidando da natureza e dos bens deixados por Deus?”.

Após a celebração, foi realizada a tradicional procissão do Senhor Morto pelas ruas de Agudos.
Mais!
Amanhã, sábado (15), as comunidades São Francisco, Nossa Senhora Aparecida e Matriz realizarão a tradicional Vigília Pascal, às 19h30 e 20h, respectivamente.

A Semana Santa se encerra no domingo (16) com Missas e celebração de Páscoa na Paróquia e nas comunidades como costume.
Serviço
Anote os endereços das comunidades que fazem parte da Paróquia São Paulo Apóstolo:
Matriz: Avenida Benedito Ottoni,582, Centro
São Francisco de Assis: Rua Arsênio De Conti, 15,Jardim Cruzeiro
Nossa Senhora Aparecida: Rua Dionísio Dalbeto, 21, Parque Pampulha
São João Batista: Avenida Hilário Ramos, 610, Jardim Vienense
Nossa Senhora das Graças: Rua Francisco A. Peixoto Gomide, 291, Vila Honorina.
Informações pelo telefone (14)99106-9063