sexta-feira, 14 de abril de 2017

Amor e fidelidade na Sexta-feira Santa em Agudos

Palavras foram o ápice da reflexão do Pároco Frei Silvio Trindade Werlingue, da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos, que convidou os fiéis para a reflexão sobre serviço e doação nas vivências cotidianas

Fiéis acompanharam nesta sexta-feira (14) a Celebração da Paixão Jesus Cristo, na Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos. Neste dia faz-se memória e reflexões sobre o sofrimento de Cristo na cruz e não há Missa em nenhuma Igreja Católica no mundo todo.

Durante a cerimônia, o pároco Frei Silvio Trindade Werlingue falou que o centro da celebração é o amor e a fidelidade, levados às últimas consequências. “A cruz apareceu no horizonte de Jesus. Ele poderia ter fugido, mas não quis desistir de nós”, disse.

O pároco também provocou algumas reflexões para o sentido da cruz na vida de cada uma das pessoas. “Em um mundo narcisista e consumista, ela é só mais um adereço, porém o verdadeiro sentido da cruz de Jesus Cristo foi o amor”. E continuou indagando aos presentes para que tenham um novo olhar para a vida. "A Paixão de Jesus me faz refletir, me inquieta ou ainda me faz indiferente? Estou motivado a dar a vida pelo bem do outro? Qual é a minha postura diante das cruzes do cotidiano? Como estou cuidando da natureza e dos bens deixados por Deus?”.

Após a celebração, foi realizada a tradicional procissão do Senhor Morto pelas ruas de Agudos.
Mais!
Amanhã, sábado (15), as comunidades São Francisco, Nossa Senhora Aparecida e Matriz realizarão a tradicional Vigília Pascal, às 19h30 e 20h, respectivamente.

A Semana Santa se encerra no domingo (16) com Missas e celebração de Páscoa na Paróquia e nas comunidades como costume.
Serviço
Anote os endereços das comunidades que fazem parte da Paróquia São Paulo Apóstolo:
Matriz: Avenida Benedito Ottoni,582, Centro
São Francisco de Assis: Rua Arsênio De Conti, 15,Jardim Cruzeiro
Nossa Senhora Aparecida: Rua Dionísio Dalbeto, 21, Parque Pampulha
São João Batista: Avenida Hilário Ramos, 610, Jardim Vienense
Nossa Senhora das Graças: Rua Francisco A. Peixoto Gomide, 291, Vila Honorina.
Informações pelo telefone (14)99106-9063

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos realiza 4ª exposição de trabalhos sobre a Campanha da Fraternidade

Exposição, que reúne a produção de escolas agudenses, está no interior da Igreja e pode ser conferida até a próxima quinta-feira (13), das 9h às 11h e das 13h às 17h

A Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos realiza, até a próxima quinta-feira (13), a 4ª edição da exposição de trabalhos escolares realizados no último mês com a temática da Campanha da Fraternidade 2017. A exposição conta com a participação de escolas da rede de ensino de Agudos e pode ser conferida no interior da Paróquia, das 9h às 11h e das 13h às 17h.

O público poderá conferir jogos sobre os biomas brasileiros, brincadeiras com recicláveis, apresentação de ervas medicinais, um mapa do Brasil feito com caixas de papelão e muitas outras atrações, frutos dos trabalhos de cada escola com o tema da CF 2017 que é “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2,15). A campanha fala sobre o cuidado com o meio ambiente e a criação, gerando reflexões acerca da ação do homem na natureza e o que está sendo feito para preservação.

Confira a programação da exposição:

·         Até o dia 13 de abril: visitação da exposição, das 9h às 11h e das 13h às 17h.

·     13 de abril (quinta-feira), às 15h: Missa de Lava-Pés das crianças, com apresentação das escolas participantes da exposição e entrega de sementes de girassol aos presentes.

Serviço
A 4ª Exposição de trabalhos sobre a CF 2017 está sendo realizada na Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos, que fica na Avenida Benedito Otoni, 582, Centro, Agudos – SP. Informações pelo telefone (14)3262-1237.

domingo, 2 de abril de 2017

Mensagem do Pároco - EVANGELII GAUDIUM ...chamados a ser pessoas-cântaro!

Prosseguimos com o nosso propósito de refletir, a cada mês, sobre uma palavra-chave da exortação apostólica Evangelii Gaudium do Papa Francisco. Neste início de Quaresma, vamos refletir um pouco sobre um tema propício e que figura também na exortação papal: a CRUZ.

A cruz não está em oposição à alegria, palavra que ocupou a nossa reflexão anterior. Pois o sentido da verdadeira alegria passa necessariamente pela cruz. Falar da alegria do Evangelho desconsiderando a cruz é falar de Páscoa sem Quaresma. A cruz aparece como signo no horizonte da ressurreição que é a realidade fontal da alegria cristã.

Falar da cruz, em nossos dias, parece não soar bem! Há uma tentativa de extirpar a realidade da cruz da vida humana ou, pelo menos, de ofuscar a verdade de sua existência. Ainda assim, ela existe e está aí a nos interpelar. Ignorar a cruz não é atitude correta de quem deseja compreender realmente o cristianismo, além de insinuar a negação da encarnação. A cruz não deve ser ignorada, mas também, não deve ser vista de maneira ingênua. Isso seria expressão de imaturidade na fé. Somente a partir da vida, morte e ressurreição de Jesus é que se descobre o sentido profundo da sua cruz.

Sim, Jesus crucificado nos interpela! “A entrega de Jesus na cruz é apenas o culminar de toda a sua vida. Fascinados por este modo de viver, queremos inserir-nos na sociedade, partilhando a vida com todos, ouvindo as suas preocupações, colaborando nas suas necessidades, alegrando-nos com os que se alegram, chorando com os que choram e comprometendo-nos na construção de um mundo novo. (...) Somos chamados a ser pessoas- cântaro para dar de beber aos outros. Às vezes o cântaro transforma-se numa pesada cruz, mas foi precisamente na cruz que o Senhor, trespassado, entregou-se a nós como fonte de água viva”. (EG)

Quaresma!  Tempo de conversão! O jejum, a oração e a caridade nos ajudem a ser cântaros vivos e transbordantes àqueles que cruzam a cada momento o nosso caminho. Então, teremos vivenciado a Quaresma e intuído a sabedoria da CRUZ.


Frei Silvio Trindade Werlingue

Pároco