sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Diocese de Bauru estreia na tevê com Programa Haja Luz!

Reportagem: Aline Mendes

No próximo dia 31 de outubro estreia na TV Prevê (canal 22 da Net e 31 UHF) o programa Haja Luz!, novo canal de comunicação da Diocese de Bauru. Com duração de 30 minutos, o programa irá ao ar às segundas-feiras, às 9h30, com reprise às quintas-feiras, no mesmo horário. Uma edição inédita será veiculada a cada 15 dias.
No roteiro, entrevistas, curiosidades, notícias e o quadro “Em dia com a sua fé”, no qual o bispo Dom Caetano Ferrari deixa uma mensagem sobre o tema de cada programa. O Haja Luz! irá abordar os mais variados assuntos, da sustentabilidade à saúde, juventude, família e bem-estar, sempre ouvindo especialistas das áreas relacionadas e padres da Diocese de Bauru.
À frente do programa está parte da Pastoral da Comunicação da Diocese de Bauru, com a assessoria do padre Enedir Gonçalves Moreira, e a produtora Polvo, responsável pelo formato e pelas gravações. A apresentação será de Luciana Galhardo, que é jornalista e membro da PasCom Diocesana.
“A expectativa principal quando se pensa em um novo canal de comunicação é que ele, de fato, produza reflexões contextualizadas a partir da experiência de nossa comunidade. Nesse diálogo aberto, queremos ressaltar o papel da Diocese de, a partir da comunicação, promover a dignidade da pessoa, defender a vida e utilizar os meios para construir conhecimento e contribuir para a formação do público”, destaca Marcello Zanluchi, coordenador da Pastoral da Comunicação Diocesana.

A origem do programa
Logo que chegou a Bauru, Dom Caetano Ferrari foi convidado para conceder uma entrevista na TV Prevê e aproveitou a oportunidade para pedir um espaço para a Diocese. O bispo foi o grande incentivar dor do projeto, que precisou de investimentos, estrutura e articulação da PasCom para ser viabilizado.
“O programa surge em comunhão com a Igreja que, inspirada nos últimos papas, pede para que exista uma maior participação e incentivo das dioceses na comunicação social”, informa Marcello.

Luz para a sociedade
O nome Haja Luz faz referência ao momento da criação em que Deus ordena que se faça a luz. “Também é uma menção ao nosso padroeiro, o Divino Espírito Santo, que nos ilumina. A concepção do programa é para que se tenha luz sobre determinados temas que serão discutidos”, explica o coordenador da PasCom.
“A ideia é trazer luz e esclarecimento para a vida das pessoas, abordando temas cotidianos ou em discussão na sociedade, sempre pelo prisma da Igreja Católica, buscando orientar aqueles que necessitam e também entreter o público de forma inteligente e sadia”, completa Felippe Lima, da produtora Polvo.
“Torcemos para que o programa cresça e se sofistique cada vez mais e, principalmente, que cumpra sua função de comunicar, entreter, e que sua mensagem toque de alguma forma o
coração do público. Em meio há tantos programas sensacionalistas, que exaltam apenas aquilo que há de ruim no mundo, o Haja Luz! vem para falar de coisas boas e mostrar que, enquanto houver fé, haverá esperança”, conclui o produtor do programa.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

FESTA DE NOSSA SENHORA APARECIDA


Embalados ao som da música: “Nossa Senhora” de Roberto Carlos, cerca de 500 fieis distribuídos em 50 carros acompanharam a tradicional carreata, organizada pela Paróquia São Paulo Apóstolo, de Agudos, em comemoração ao dia nacional de Nossa Senhora Aparecida, 12 de Outubro. Alguns devotos fizeram o percurso a pé e de bicicleta, munidos de bandeiras do Brasil e imagens da santa.
“Neste dia tão especial, homenageamos Nossa Senhora Aparecida da forma como podemos. É muito emocionante ver uma conunidade de fé. Ver devotos da Mãe”, afirma o pároco Frei Ademir Sanquetti,
A festividade contou ainda com a tradicional procissão pelas ruas do Parque Pampulha – bairro que abriga a Comunidade Nossa Senhora Aparecida – e missa festiva presidida por Frei Ademir.
Os presentes se emocionaram e agradeceram a Nossa Senhora Aparecida pelas bênçãos a graças recebidas.
A rádio comunitária da cidade de Agudos – 87,9 FM – entregou imagem de tecido de Nossa Senhora Aparecida que foi sorteada para os ouvintes da missa que é transmitida todo domingo às 9h.
Ao final, foi abençoado o bolo festivo e logo após, a quermesse com show e barracas típicas animou os presentes.

sábado, 8 de outubro de 2011

IMAGEM DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ VISITA A PARÓQUIA SÃO PAULO APÓSTOLO


A Paróquia São Paulo Apóstolo, de Agudos, recebeu no dia 7 de Outubro a visita da imagem de Nossa Senhora de Nazaré da Paróquia de mesmo nome localizada na cidade de Bauru.
            A imagem passou pela Paróquia São Paulo e foi em carreata até a Comunidade Nossa Senhora Aparecida, local onde foi celebrada missa presidida por Padre Adinam Roniere da Silva da Paróquia Nossa Senhora de Nazaré e concelebrada pelo pároco Frei Ademir Sanquetti e o Diácono Marcos Alberto Arantes.
            Durante a celebração, Padre Adinam falou a todos sobre o Círio 2011, organizado este ano pela RP 3 (Região Pastoral 3) da Diocese de Bauru e que leva a imagem de Nossa Senhora de Nazaré em todas as paróquias quem compõem a RP.
            Durante a celebração, Padre Adinam falou a todos sobre a importância de Maria na Igreja Católica, ligando tudo que se refere a ela com Jesus. Ainda reforçou sobre o dia de Nossa Senhora do Rosário comemorado também em 07 de Outubro, contando a história do começo da devoção à imagem no século XIV com São Domingos.
            Padre Adinam ainda deixou a seguinte mensagem aos fieis: “Permitam que a Virgem Maria nos leve a contemplar os mistérios de seu filho Jesus”, finalizou.
            Ao final da celebração, foi sorteada uma imagem de Nossa Senhora de Nazaré para os presentes.
            A imagem ainda permanece na cidade de Agudos até o próximo Domingo, dia 9 de Outubro, onde sairá em carreata até a cidade de Bauru.


*ESPECIAL – ENTREVISTA COM PADRE ADINAM RONIERE DA SILVA*
AsseCom- Qual é a proposta do Círio 2011? Como foi organizado?
Pe.Adinam – Em Bauru, a proposta do Círio é gerar a unidade entre as Paróquias da RP 3. O primeiro Círio, realizado em 2010 foi somente a nível paroquial.
            Já neste ano, com o auxílio de todos os padres da RP 3, conseguimos realizar esta grande festa, baseados na ideia de que todos os fieis estão unidos a Mãe, assim como simboliza a corda na festa que é tradição em Belém do Pará. Todos unidos a Mãe como se fosse um cordão umbilical.


AsseCom – A Paróquia Maria de Nazaré acompanha todos os momentos do Círio?
Pe.Adinam – Exatamente,  todos os fieis acompanham as visitas de Nossa Senhora de Nazaré, justamente para dar o sentido de união. Também fica o convite para todas as Paróquias pelas quais passamos, para que todos nos acompanhem.
            Isso vem acontecendo, muitos fieis de outras paróquias começaram a nos acompanhar. É uma forma modesta de prestar uma homenagem a Mãe.
AsseCom – Qual a duração do Círio?
Pe.Adinam – Em Belém do Pará o Círio acontece no segundo Domingo do mês de Outubro, por isso procuramos fazer em sintonia com o acontece lá.
            Hoje, o que acontece é um pré-círio, atividades que são uma grande manifestação de fé em todas as Paróquias pelas quais passamos.
AsseCom – Para finalizar, deixe uma mensagem para todos os fieis.
Pe.Adinam – Convido a todos para se unirem a nós e proclamarem a Virgem Maria Bem - Aventurada. Isto foi o que a nossa Mãe disse ao receber a anunciação do Anjo: “Todas as gerações me chamarão Bem-Aventurada!”.
            Assim, que essa geração da qual fazemos parte possa proclamar também Maria como Bem-Aventurada, pois foi Ela que o Senhor designou para o nascimento de Jesus.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Nossa Senhora no coração do santo homem de Deus: São Francisco


São Francisco tinha um amor muito intenso a virgem Mãe de Deus.  Seu amor para com a bem-aventurada Mãe de Cristo, a puríssima Virgem Maria, era de fato indizível, pois nascia em seu coração quando considerava que ela havia transformado em irmão nosso o próprio Rei e Senhor da glória e que por ela havíamos merecido alcançar a divina misericórdia.
Ele colocava toda sua confiança em Cristo e escolheu a Mãe de Deus para advogada sua e de seus religiosos.  Jejuava devotamente desde a festa de São Pedro e São Paulo até à festa da Assunção em honra de Nossa Senhora. Nada mais comovente na vida deste Santo, que a forte devoção à Mãe de Deus.
As fontes da vida e da espiritualidade de São Francisco são unânimes em narrar quanto a igrejinha da Porciúncula minúscula, pobre e abandonada ao pé de Assis, igrejinha de Nossa Senhora dos Anjos - atraía as atenções de São Francisco e prendia a sua dedicação, cumprir a ordem de Cristo de reconstruir a Igreja Santa. São Francisco pôs mãos à obra e em pouco tempo, com pedras, restituiu a estrutura da capela. Fez deste lugar a sua morada, movido pela sua reverência aos santos anjos, e muito mais pelo amor da Mãe de Cristo.
Ao receber os estigmas por Cristo, com os sinais gloriosos, mas dolorosos da Paixão, São Francisco voltou à Porciúncula. De lá partia novamente para pregar, mas voltava sempre. Os irmãos, apreensivos pela sua saúde, permitiu que o levassem aonde melhor podiam atender ao tratamento de saúde. Quando, da sua morte, com o fim do tempo que Deus lhe concedera, e sabia quando findaria, São Francisco pediu que o levassem novamente à capelinha da Virgem dos Anjos. Lá na igrejinha entregou sua alma a Deus no trânsito que foi o seu, para o céu.
Assim, hoje, Maria Santíssima, se permite as mais variadas devoções. A Virgem, da a cada qual a oportunidade de venerá-la e amá-la sob o aspecto que mais o comove, que mais o inflama.
Que são Francisco e Nossa Senhora interceda por nós junto a Deus.
Frei Ademir Sanquetti