quarta-feira, 5 de março de 2014

Rede unida contra o Tráfico Humano



Campanha da Fraternidade tem início na quarta-feira de cinzas em todas as Dioceses e Paróquias do Brasil. Saiba quais são as ações preparadas na Paróquia São Paulo Apóstolo

Colaboração: Ailton e Sandra Zagato da Equipe CF
 
Fraternidade e Tráfico Humano. Este será o tema da Campanha da Fraternidade (CF) deste ano, promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Com o lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou”, baseado na passagem bíblica de Gálatas 5, o objetivo geral da campanha é identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-lo como violação da dignidade e da liberdade humanas, mobilizando cristãos e a sociedade brasileira para erradicar este mal, com vistas ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus.

Sandra Zagato, coordenadora da Pastoral da Campanha da Fraternidade da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos, comenta que o tráfico de pessoas é uma atividade contra a dignidade e movimenta a sociedade para que esta fique atenta com este tipo de crime.  “Na história da CF é a primeira vez que se aborda o tema do tráfico humano. Apesar de ser um assunto relevante e que possui um verdadeiro ‘crime organizado’ por trás, só recentemente a sociedade em geral começou a conhecer a gravidade deste problema e a mobilizar-se para seu enfrentamento”, afirma.
A CNBB disponibilizou o texto-base da campanha com informações e estatísticas sobre a questão do tráfico humano, obtidas em órgãos oficiais e organismos internacionais, sobretudo da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT). No Brasil, foram analisados dados do Ministério da Justiça que apontam que este tipo de crime está presente em todos os Estados, com quase 250 rotas de tráfico.
A questão do trabalho escravo não está muito longe de nós. “Recentemente o Ministério Público do Trabalho de Bauru flagrou crimes de aliciamento, redução de pessoas a condições de escravidão e frustração de direitos trabalhistas praticados por agenciadores de grandes empresas do ramo de plantação de laranja. A população precisa ficar atenta e denunciar”, diz Sandra.
O lançamento da CF 2014 será dia 5 de março, quarta-feira de cinzas, uma data bastante propícia.  “É bom frisar que a Campanha da Fraternidade é realizada na quaresma, tempo litúrgico que se apresenta como um itinerário de conversão para os cristãos em vista da celebração da Páscoa. Por meio da CF, a Igreja quer ampliar o âmbito de conversão para que este convite não permaneça alheio aos grandes problemas que nos atingem na vida em sociedade, especialmente aos irmãos e irmãs mais necessitados.”, completa Sandra.
Ações
Dentro do tema da CF 2014, a equipe de casais da Paróquia São Paulo Apóstolo prevê diversas ações para a comunidade agudense, como a tradicional “Via-sacra em Família”, na qual é trabalhado o tema da campanha; sensibilização nas escolas com jovens e crianças; apresentação do tema na catequese de 1ª Eucaristia, Perseverança e Crisma e o gesto concreto com a arrecadação no domingo de ramos.
Toda comunidade é convidada a participar destes importantes momentos dentro do tema da Campanha da Fraternidade.
Fique atento em nosso blog e nas redes sociais e se programe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário