quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Natal: Tempo de construir laços

Jesus veio ao mundo para trazer paz e união
Em cumprimento à promessa que Deus fez ao homem, traçando-lhe um plano para a redenção e salvação eterna, nasceu Jesus. Tempos em que a humanidade estava desacreditada de tal promessa,os homens trilhavam caminhos diversos e muitos já não esperavam e nem esperavam mais que o Messias viria ao mundo em carne gerado por uma mulher.
A cidade de Belém estava agitada, muitas crianças corriam entre um grande número de pessoas que chegavam para o alistamento solicitado pelas autoridades. Os comerciantes já comemoravam o sucesso dos negócios e vendas em alta pelos hóspedes da movimentada cidade, buscando acomodar um número anormal de pessoas que necessitavam de um simples lugar para acomodarem suas famílias.
Entre estas pessoas estavam o carpinteiro José e sua esposa Maria, grávida e prestes a dar à luz. Viajaram da Galiléia para Belém e, todos que os viam, percebiam o cansaço, que nitidamente demonstravam. O simples casal continuava sua busca de um lado a outro à procura de um lugar, humilde que fosse, para se hospedarem, mas toda a cidade estava ocupada pelo acúmulo de pessoas que chegavam de várias regiões e aldeias circunvizinhas.
E estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz, porém, sem conseguirem vagas em um local adequado para passarem a noite, encontraram uma estrebaria. Neste simples lugar Maria deu à luz a um lindo menino e pôs-lhe o nome de Jesus. Envolveu-o em panos e deitou-o numa manjedoura. Toda a Terra se alegrou com o advento do nascimento do Messias.
Homens, mulheres e crianças perceberam que aquela data era especial, pois as estrelas brilhavam em uma noite feliz. A natureza recebia o Redentor da humanidade. Os pássaros certamente externavam sua alegria em afinados cantos e a multidão dos exércitos celestiais cantava: “Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens”.
Seu nome era Jesus, filho unigênito de Deus que deixou sua glória e vestiu-se de humildade e cumpriu seu ministério terreno, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Não só para a cidade de Belém (Palestina), onde Ele nasceu, mas para toda a humanidade. Se existe uma época do ano que é sinônimo de família é o Natal. Já é famosa a tradição de fazer festas de fim de ano em família, reunir todos sob um mesmo teto para comemorar o nascimento de Jesus.
 A novena de natal é o inicio da preparação na família para fazer refletir sobre o verdadeiro espírito do Natal. Ler textos de Natal em família ajuda a colocar todos em sintonia com o verdadeiro significado desta festa que está muito além dos presentes e do Papai Noel, o Natal é a união, a reflexão sobre a verdadeira importância de cada um dos membros em nossa vida, mesmo que muitas vezes existam os conflitos familiares, até estes fazem parte deste imenso universo onde nascemos e crescemos.
Natal é época de reunir a família, as gerações, para comemorar um dos acontecimentos mais importantes, o nascimento do Salvador, tempo de construir laços.
Busque conhecê-lo intimamente e viva um NATAL cheio de graça e bênçãos do dono da festa JESUS CRISTO.
FELIZ E SANTO NATAL!
Frei Ademir Sanquetti,

Pároco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário