quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Mensagem do Pároco: Quaresma!


Missa de quarta-feira de cinzas realizada em 2014

Queridos paroquianos, 

Neste fevereiro, em especial, quero compartilhar pensamentos sobre a quaresma. Boa leitura a todos!


QUARESMA

A quaresma é o tempo litúrgico de conversão, de preparação para a festa da Páscoa. É tempo para nos arrepender de nossos pecados e de mudar algo de nós para sermos melhores e poder viver mais próximos de Cristo. 

A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa luto e penitência. É um tempo de reflexão, de penitência, de conversão espiritual. Na Quaresma, Cristo nos convida a mudar de vida rezando, compartilhando com o próximo, praticando boas obras e a viver uma série de atitudes cristãs que nos ajudam a parecer mais com Jesus Cristo, já que por ação do pecado, nos afastamos de Deus. Na Quaresma, aprendemos a conhecer e apreciar a Cruz de Jesus. Com isto, aprendemos também a tomar nossa cruz com alegria para alcançar a glória da ressurreição.

A Quaresma dura 40 dias, começa na Quarta-feira de Cinzas e termina no Domingo de Ramos. Celebrar a Quaresma é reconhecer a presença de Deus, no trabalho, na luta, no sofrimento e na dor da vida do povo.Como o povo de Israel, que andou 40 anos no deserto antes de chegar à terra prometida, terra da promessa onde corre leite e mel. Como Jesus, que passou quarenta dias de retiro no deserto antes de anunciar a vinda do Reino. Que subiu a Jerusalém para cumprir a missão que o Pai lhe confiou: dar a sua vida e ser glorificado.

Cada dia, durante a vida, devemos retirar de nossos corações o ódio, o rancor, a inveja, os zelos que se opõem a nosso amor a Deus e aos irmãos. A espiritualidade deste tempo é caracterizada também por uma atenta, profunda e prolongada escuta da Palavra de Deus. É esta Palavra que ilumina a vida e chama à conversão, infundindo confiança na misericórdia de Deus. 

Devemos fazer da Quaresma um tempo favorável de avaliação de nossas opções de vida e linha de trabalho, para corrigir os erros e aprofundar a vivencia da fé, abrindo-nos a Deus, aos outros e realizando ações concretas de fraternidade e de solidariedade.

Abraços a todos,

Frei Ademir Sanquetti
Pároco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário