terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Natal todo dia



 Por Isabela Gaspar

Praticar a solidariedade é um dos ensinamentos deixados por Jesus desde o seu nascimento 

Quando chega o período natalino, logo se inicia a corrida desenfreada para garantir os melhores presentes. É gente para todo lado, parentes chegando e uma correria que faz esquecer o principal motivo comemorado no dia 25 de dezembro. Mas, será que está certo? O que, verdadeiramente, é preciso celebrar?

Diferentemente de ser apenas uma data no ano, o Natal deve ser todo dia e a todo o momento, nas atividades diárias, com a família e nos pequenos gestos de gentileza para os que precisam de ajuda.   Jesus veio ao mundo para ensinar seus filhos sobre o amor e a humildade. Natal é todo dia!

Exemplos de vivência natalina são encontrados com frequência entre os paroquianos da Paróquia São Paulo Apóstolo, como foi o caso do Grupo de Jovens Conexão Jesus, composto pelos jovens do Setor São João Batista. Uma lição de vida que vale a pena ser compartilhada. Acompanhe!

S.O.S Minas Gerais

Sensibilizados com os irmãos de Mariana (MG), após a tragédia que aconteceu no último mês, os jovens do Conexão Jesus resolveram  arregaçar as mangas e ajudar. “Levei para o grupo a ideia de ajudar na campanha de arrecadação de água proposta pela Diocese de Bauru, em parceria com a Paróquia São João Batista e Nossa Senhora de Lourdes, também de Bauru”, comenta Bruno de Aquino Murilo, membro do grupo.

A partir daí, os jovens se dividiram pelos supermercados da cidade de Agudos e começaram a sensibilizar a população para também ajudar. “No começo achamos que não íamos conseguir, mas com a graça de Deus arrecadamos mais do que esperávamos”, relata Bruno.

A boa ação dos jovens resultou na arrecadação de 1.200 litros de água que foram entregues ao Padre Paulo Brito, pároco da Paróquia São João Batista e Nossa Senhora de Lourdes. 

Solidariedade o ano todo!

Na Paróquia existe a Pastoral da Solidariedade que arrecada, mensalmente, alimentos para as famílias necessitadas. Os alimentos são fruto da doação dos paroquianos durante as Missas.
Para saber mais, entre em contato com a Secretaria Paroquial, pelo telefone (14)3262-1237.

domingo, 29 de novembro de 2015

Mensagem do Pároco - TEMPO DO ADVENTO


Advento significa vinda ou chegada. A palavra advento também pode significar fundação ou criação de alguma coisa.

As quatro semanas antes do Natal recebem este nome. O período litúrgico evoca a dupla vinda de Jesus Cristo: Nascimento em Belém, quando Ele veio ao mundo; e a que ocorrerá no seu regresso no Dia do Juízo. Por isso é um tempo,com o qual começa o ano eclesiástico, é a purificação como preparação para receber Aquele que está para vir. O caráter penitencial do advento é acentuado pela cor litúrgica, que é o roxo.

Advento é um tempo de alegria para os cristãos, caracterizado pela preparação para o nascimento de Jesus. Neste ano de 2015, teve início no domingo, dia 29 de Novembro e vai até o dia 24 de dezembro, sendo o primeiro tempo do ano litúrgico.

Segundo a Bíblia, o Anjo Gabriel apareceu a Maria numa visão, dizendo que em breve ela daria à luz a um menino, o filho de Deus que viria para trazer luz ao mundo. Esse tempo de espera é caracterizado hoje como advento. O Advento recorda também o Deus da revelação. Aquele que é, que era e que vem (Ap 1, 4-8), que está sempre realizando a salvação mas cuja consumação se cumprirá no "dia do Senhor", no final dos tempos.

O caráter missionário do Advento manifesta-se na Igreja pelo anúncio do Reino e a sua acolhida pelo coração do homem até a manifestação gloriosa de Cristo. As figuras de João Batista e Maria são exemplos concretos da vida missionária de cada cristão, quer preparando o caminho do Senhor quer levando o Cristo ao irmão para o santificar. Não se pode esquecer que toda a humanidade e a criação vivem em clima de advento, de ansiosa espera da manifestação cada vez mais visível do Reino de Deus.

A celebração do Advento é, portanto, um meio precioso e indispensável para nos ensinar sobre o mistério da salvação e assim termos a Jesus como referência e fundamento, dispondo-nos a "perder" a vida em favor do anúncio e instalação do Reino.

Coroa do advento

A coroa do advento é uma coroa de ramos de abeto com quatro velas (círios), que se acendem uma após a outra nos quatro domingos do advento. Este ramo está pleno de simbolismo. A sua forma circular representa a eternidade e a sua cor remete para a esperança e vida. Em muitas coroas existe uma fita vermelha, que simboliza o amor de Deus pela humanidade e o amor das pessoas que esperam o nascimento de Jesus.

No início, vemos nossa coroa sem luz e sem brilho. Nos recorda a experiência de escuridão do pecado. A medida que se vai aproximando o Natal, vamos ao passo das semanas do Advento, acendendo uma a uma as quatro velas representando assim a chegada, em meio de nós, do Senhor Jesus, luz do mundo, quem dissipa toda escuridão, trazendo aos nossos corações a reconciliação tão esperada. A primeira vela lembra o perdão concedido a Adão e Eva. A segunda simboliza a fé de Abraão e dos outros Patriarcas, a quem foi anunciada a Terra Prometida. A terceira lembra a alegria do rei Davi que recebeu de Deus a promessa de uma aliança eterna. A quarta recorda os Profetas que anunciaram a chegada do Salvador. O mais adequado é que todas as velas da coroa do Advento sejam roxas, com exceção de uma que pode ser rosa para lembrar o Domingo Gaudete.


Que este tempo nos incentive à solidariedade, à comunhão fraterna, à defesa da vida e promoção da dignidade humana. Assim teremos um Natal verdadeiro e feliz, repleto de luz, de paz e da alegria pelo dom da Salvação!

Abraços a todos!

Frei Ademir Sanquetti
Pároco 

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Festa de Santa Cecília em Agudos

As celebrações ocorrerão entre os dias 19 e 22 de novembro com tríduo religioso, Missa festiva, procissão e bênçãos

Por Jéssica Oliveira

O setor Santa Cecília da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos realiza a 28º Festa de Santa Cecília, que terá início com o tríduo religioso nos dias 19, 20 e 21 de novembro, com Missas e bênçãos às 19h30.

No dia 22 de novembro (domingo), dia de Santa Cecília, haverá procissão, missa festiva e benção dos músicos, às 19h.

Todos os dias da  Festa de Santa Cecília o setor arrecadará alimentos não perecíveis.

Serviço


A 28ª Festa de Santa Cecilia será realizada no setor de mesmo nome da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos. O Setor fica na Rua Capitão Francisco Avato, 349, Vila Santa Cecília, Agudos – SP (em frente ao estacionamento do Supermercado Estrela). Informações pelo telefone (14) 3262-1237.

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos realizou Missa de finados

Mais de 200 fiéis reuniram-se para rezar pelos parentes e amigos que já se foram

Na manhã desta segunda-feira (02/11), mais de 200 paroquianos da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos reuniram-se para a tradicional Missa de finados, neste ano por conta da chuva, realizada na Igreja Matriz. A Missa foi celebrada pelo pároco Frei Ademir Sanquetti e contou com a presença do Diácono Marcos Arantes.

O Dia de Finados ou o Dia dos Fiéis Defuntos tem por objetivo a celebração da vida eterna das pessoas que já faleceram. “É um dia de rezar para os entes queridos que já se foram. Não é dia tristeza e, sim, de saudade e boas lembranças”, frisou o pároco Frei Ademir durante a celebração.


sábado, 24 de outubro de 2015

Mensagem do Pároco - ESPIRITUALIDADE


O termo “espiritualidade” não é só para padres, religiosos e religiosas. É um modo de ser cristão no mundo. “Ser homem ou mulher espiritual” é deixar-se guiar a cada dia pelo espírito de Deus, que em Jesus tornou-se Espírito do ressuscitado, que anima a luta em busca do “novo céu e da nova terra, onde habitará a justiça” (cf. 2Pd 3,13).

Com o Papa Francisco, temos  um novo modo de pensar e viver a espiritualidade cristã. Uma espiritualidade que compreende a solidariedade e os gestos concretos em favor dos pobres e marginalizados. Uma espiritualidade vivida no dia a dia e comprometida com a realidade social, como um modo de ser cristão no mundo. A espiritualidade, nesse sentido, é um caminho estreitamente ligado à vida concreta.

Para nós, a Bíblia é fonte da espiritualidade. É o livro que narra a experiência espiritual de um povo. E o que nela contém é a história de um povo sempre a caminho, em busca de um sentido para a sua vida, em Deus. Um povo que vive momentos de fé, de esperança, de alegria, assim como de incertezas, de infidelidade, de angústia. Como diz o Profeta de Deus: “O espírito penetrou neles, e reviveram, colocando-se de pé. Era um exército imenso” (Ez 37; 1Ob). É esse o Espírito de Deus, que transforma, na história, as realidades de morte em vida. Deixar-se conduzir pelo Espírito de Deus é comprometer-se com situações de vida e entrar na dinâmica de Deus que cria e recria. “Caminhar segundo o espírito é rechaçar a morte (o egoísmo, o desprezo pelos outros, a cobiça, a idolatria) e escolher a vida (o amor, a paz, a justiça)”.É o Espírito também que envia Jesus em mis­são. Lucas, ao apresentar o programa da atividade de Jesus, coloca em sua boca as palavras do profeta Isaías, quando este profetizava que o Messias iria realizar a missão libertadora dos pobres e oprimidos: “O Espírito do Senhor está sobre mim,porque ele me consagrou com a unção para anunciar a Boa-Notícia aos pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos presos e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os oprimidos, e para proclamar um ano de graça do Senhor” (Lc 4,18-19).Portanto, mais que “alma elevada” é preciso ter, como Jesus, um “coração de carne” para agir em favor dos mais necessitados. Onde estiver o “coração de carne” ali estará o Espírito de Deus: “Darei para vocês um coração novo, e colocarei um espírito novo dentro de vocês. Tirarei de vocês um coração de pedra, e lhes darei um coração de carne. Colocarei dentro de vocês o meu espírito, para fazer com que vivam de acordo com os meus estatutos e observem e coloquem em prática as minhas normas” (Ez 36,26-27).

Também na família, que é o primeiro lugar onde o ser humano experimenta o amor, ou, pelo contrário, pode se ver frustrado nessa experiência. Lugar onde um grupo de pessoas compartilha as alegrias e esperanças, as tristezas, os cansaços, as angústias e as dificuldades diárias. A espiritualidade familiar é o caminho em que o homem e a mulher percorrem juntos com os filhos, buscando viver o evangelho nas relações entre si, para enfrentar e superar os problemas.A espiritualidade, então, é se libertar da visão consumista do tempo livre. É preciso fazer dele verdadeiro lugar da experiência de Deus e de relacionamento humano, gratuito. Mais do que nunca, é preciso recuperar e proporcionar a todos o tempo livre entendido na linha da gratuidade, no qual o sentido da festa e do encontro com Deus e com o próximo são os aspectos mais importantes. E da família para a igreja, comunidade,lugar da partilha entre os membros que a formam, a qual se expressa em gestos concretos “para fora”, na missão. É o lugar da celebração da Eucaristia. É onde se reparte o pão, as alegrias, as esperanças, bem como as dificuldades, as dores, as angústias, as tristezas.

O cristão é chamado a viver no seu dia a dia esta mística do amor da forma como Jesus viveu, mística entendida como motor secreto de todo compromisso, aquele entusiasmo que anima permanente­mente o militante, aquele fogo interior que alenta as pessoas na monotonia das tarefas cotidianas e, por fim, permite manter a soberania e a serenidade nos equívocos e nos fracassos.  No que se refere a espiritualidade, fica a certeza de que é na realidade diária que cada agente de pastoral, cada cristão é chamado a viver em comunhão com Deus, a entrar na dinâmica do Espírito Criador, que o anima no compromisso com o mundo e o leva a transformar as situações de morte em vida, como fez Jesus.“Toda a criação geme e sofre dores de parto até agora. E não somente ela, mas também nós, que possuímos os primeiros frutos do Espírito, gememos no íntimo, esperando a adoção, a libertação para o nosso corpo” (Rm 8,22-23), a libertação dos corpos sofridos, dos excluídos, de todos os que esperam resgatar sua dignidade, que nasce da espiritualidade cristã vivida concretamente na história.

Abraços a todos,
Frei Ademir Sanquetti



Padroeiros de novembro


Confira um pouco da história de Santa Cecília e Nossa Senhora das Graças, padroeiros dos nossos setores que são comemorados em novembro

Por Frei Ademir Sanquetti
Colaboração: Isabela Gaspar 

22 de Novembro –Santa Cecilia
Santa Cecília.Cecília era uma jovem e bela romana nascida no século II. Foi prometida em casamento ao jovem Valeriano. No dia das núpcias confessou ao noivo que havia consagrado sua pureza a Jesus Cristo e que um anjo guardava sua virgindade.Valeriano, que era ateu, disse que respeitaria sua vontade, desde que ele visse o tal anjo. Cecília então pediu que ele procurasse o bispo Urbano para que fosse batizado e purificado. Seguindo as instruções da noiva, Valeriano tornou-se cristão e teve a visão do anjo. O casal passou então a professar junto a fé cristã, tendo convertido também Tibúrcio, irmão de Valeriano.
Cecília foi presa ao enterrar o corpo do cunhado e do marido. Como era muito popular em Roma, por sua ajuda aos pobres, foi decidido que ela seria morta em sua casa, para evitar protestos. Prenderam-na em um quarto de banhos quentes para que morresse asfixiada, mas o que aconteceu surpreendeu a todos e valeu a Cecília o título de padroeira dos músicos. Durante três dias e três noites Cecília ficou entoando cantos de louvor a Deus. Intrigados com tamanha resistência, os algozes a tiraram de lá para degolá-la. Por três vezes a tentativa do algoz falhou e ela foi deixada para morrer agonizando, já que pela lei romana esse era o número máximo de vezes em que se poderia tentar a degola. Cecília perdeu as cordas vocais e levou ainda um tempo para morrer, mas seus cânticos ainda podiam ser ouvidos.

27 de Novembro –Nossa Senhora das Graças

Em uma tarde de sábado, no dia 27 de novembro de 1830, na capela das Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, Santa Catarina Labouré teve uma visão de Nossa Senhora. A Virgem Santíssima estava de pé sobre um globo, segurando com as duas mãos outro globo menor, sobre o qual aparecia uma cruzinha de ouro. Dos dedos das suas mãos, que de repente encheram-se de anéis com pedras preciosas, partiam raios luminosos em todas as direções e, num gesto de súplica, Nossa Senhora oferecia o globo ao Senhor.
Santa Catarina Labouré relatou assim sua visão: "A Virgem Santíssima baixou para mim os olhos e me disse no íntimo de meu coração: 'Este globo  representa o mundo inteiro (...) e cada pessoa em particular. Eis o símbolo das graças que derramo sobre as pessoas que as pedem’. Desapareceu, então, o globo que tinha nas mãos e, como se estas não pudessem já com o peso das graças, inclinaram-se para a terra em atitude amorosa. ...Formou-se em volta da Santíssima Virgem um quadro oval, no qual em letras de ouro se liam estas palavras que cercavam a mesma Senhora: Ó Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós. Ouvi, então, uma voz que me dizia: 'Faça cunhar uma medalha por este modelo; todas as pessoas que a trouxerem receberão grandes graças, sobretudo se a trouxerem no pescoço; as graças serão abundantes, especialmente para aqueles que a usarem com confiança.’
Nossa Senhora da Medalha Milagrosa é a mesma Nossa Senhora das Graças", por ter Santa Catarina Labouré ouvido, no princípio da visão, as palavras: "Estes raios são o símbolo das Graças que Maria Santíssima alcança para os homens."





domingo, 11 de outubro de 2015

Festa de Nossa Senhora Aparecida em Agudos


Nesta segunda-feira (12), com carreata que sairá do Setor São Francisco de Assis, às 17h


A Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos celebra, nesta segunda-feira (12), a Festa de Nossa Senhora Aparecida. A festividade é organizada pelo setor Nossa Senhora Aparecida da Paróquia, que já se preparou para homenagear a padroeira do Brasil com novena e quermesse, desde o dia 3 de outubro.

A tradicional festa do dia 12 tem início às 17h com carreata que sairá do setor São Francisco de Assis (Rua Arsênio De Conti, 15, Jardim Cruzeiro) e percorrerá todos os setores que compõem a Paróquia São Paulo até o setor Nossa Senhora Aparecida (Rua Dionísio Dalberto, 21, Parque Pampulha), local onde será realizada procissão e Missa festiva, a partir das 18h.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Agudos vive Semana Franciscana



Atividades como Missas, tríduo religioso e caminhada serão realizadas em parceria entre as Paróquias São Paulo Apóstolo e Santo Antônio e o Seminário da cidade

Por Jéssica Oliveira

A Paróquia São Paulo Apóstolo participa da Semana Franciscana em Agudos. A festividade, que teve início no último domingo (27/09) com a Missa de tema “São Francisco e a Paz” na Paróquia Santo Antônio, continua nesta terça-feira (29/09) ainda na Santo Antônio com a celebração da Missa de tema “São Francisco e a Criação”, às 19h30.

Na Paróquia São Paulo, a semana tem início na quarta-feira (30/09), às 19h com a celebração de tema “São Francisco e a Igreja”.  Já o tríduo religioso soma-se à programação do Setor São Francisco de Assis iniciando no dia 1º de outubro com Missas sempre às 19h30. O tema do primeiro dia será “São Francisco e o Espírito Missionário”. No segundo dia do tríduo (02/10) o tema será “São Francisco e o Sofrimento”.

No terceiro dia do tríduo (03/10) as atividades começam às 14h com a Caminhada Franciscana pela paz que terá início na Praça Santo Antônio e término na Praça da Matriz. Logo mais, às 19h30, haverá a celebração do Trânsito de São Francisco, no setor de mesmo nome.

O encerramento da semana Franciscana será com Missa no Seminário Santo Antônio, às 10h do dia 04/10 (domingo).

Mais!

Participe das atividades da Semana Franciscana. Confira os endereços dos locais onde as celebrações serão realizadas:

Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos – Avenida Benedito Ottoni, 582, Centro
·         Setor São Francisco de Assis - Rua Arsênio De Conti, 15, Jardim Cruzeiro
Paróquia Santo Antônio de Agudos – Praça Santo Antônio, s/n, Centro
 Seminário Santo Antônio – Estrada de Piratininga, KM 4, Agudos - SP

Serviço


Informações pelo telefone (14)3262-1237.

domingo, 20 de setembro de 2015

28ª festa de Nossa Senhora Aparecida em Agudos

Por Jéssica Oliveira

As comemorações à padroeira do Brasil têm início no dia 3 de outubro (sábado) e encerramento no dia 12 de outubro (segunda-feira), feriado nacional, com Missas, quermesses, carreata e procissão no setor que faz parte da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos

O setor Nossa Senhora Aparecida, da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos, homenageará a padroeira do Brasil a partir do dia 3 de outubro com a Novena de Nossa Senhora Aparecida que leva o tema: “Com Maria, em Jesus chegamos à Glória”. A novena se estende até o dia 11 de outubro (domingo) com missas, às 19h30.

Além da parte religiosa, o setor realizará uma  quermesse nos dias 9, 10, 11 e 12 de outubro a partir das 20h30.

Dia de Nossa Senhora Aparecida

No feriado nacional (12/10), toda a comunidade agudense se reunirá para a tradicional carreata, com saída do setor São Francisco de Assis, às 17h. A carreata percorrerá todos os setores (6) que fazem parte da Paróquia São Paulo Apóstolo, momento no qual o pároco Frei Ademir Sanquetti, juntamente à comunidade, rezam pedindo a intercessão de Nossa Senhora Aparecida.
Após este momento, às 18h, haverá procissão e Missa no setor Nossa Senhora Aparecida.


Serviço


A 28ª Festa de Nossa Senhora Aparecida será realizada entre os dias 3 e 12 de outubro no setor Nossa Senhora Aparecida da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos. O setor fica na Rua Dionísio Dalberto, 21, Pampulha, Agudos – SP. Informações pelo telefone (14)3262-1237.

Festa de São Francisco de Assis em Agudos

Por Isabela Gaspar


Setor da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos preparou programação composta por tríduo religioso, bênção dos animais, Missa festiva, leilão de gado e quermesse. Festividades tiveram início neste final de semana e seguem até o dia 18 de outubro

O setor São Francisco de Assis, da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos, realizará, entre os meses de setembro e outubro, a festa de São Francisco. O evento contará com tríduo religioso, Missa festiva, procissão, bênção dos animais, quermesse, almoço e leilão.

As festividades tiveram início neste sábado (19) coma quermesse, que seguirá no próximo final de semana (26 27/09).

Já em outubro, no dia primeiro, tem início o tríduo religioso com a bênção das rosas (Dia de Santa Terezinha), seguindo no dia 2 com a bênção das crianças (Dia do Anjo de Guarda) e no dia 3 com a bênção da família (Sal e Água).  Todos os dias as Missas serão realizadas às19h30.

No dia 4 de outubro (domingo), dia de São Francisco de Assis, haverá uma programação especial que contará com a benção dos animais, das 17h às 18h e Missa festiva seguida procissão no período da noite, às 19h.

O encerramento da festa será no dia 18 de outubro (domingo), a partir das 11h30, com almoço e leilão de gado, realizado pela Comitiva 100 Destino.

Serviço

Informações pelo telefone (14)3262-1237. A comunidade São Francisco de Assis fica na Rua Arsênio De Conti, 15, Jardim Cruzeiro, Agudos - SP.


domingo, 26 de julho de 2015

Agudos celebra São Cristóvão

Por Isabela Gaspar 

Missa tradicional na cidade foi realizada na manhã deste domingo (26); Celebração comemorou também os 117 anos da cidade de Agudos, que serão completados nesta segunda-feira (27)

A Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos realizou na manhã deste domingo (26) a tradicional Missa de São Cristóvão no Cruzeiro da Vila Honorina. A celebração, presidida pelo pároco Frei Ademir Sanquetti e concelebrada por Frei Paulo Cezar Magalhães Borges do Seminário Santo Antônio, contou também com a comemoração dos 117 anos da cidade de Agudos, que serão completados nesta segunda-feira (27).  Neste ano, mais de 1400 pessoas participaram da festa.

Durante a Missa, Frei Ademir fez questão de colocar São Cristóvão como modelo para todos os motoristas, contando a história do santo. “São Cristóvão serve como exemplo de amor e fé para nossa caminhada”, completou.

Ainda, durante suas palavras, parabenizou a cidade de Agudos pelos 117 anos, deixando uma mensagem de paz e unidade. “Celebremos o aniversário do nosso município com fé, ânimo, saúde, paz. Ajudemo-nos uns aos outros, pois é disso que precisamos”, disse.

A celebração terminou com a benção de Nossa Senhora Aparecida pelo Dia dos Avós, também celebrado neste domingo. Após, os presentes seguiram em carreata e cavalgada até a Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos para bênção. No total, foram abençoados mais de 700 meios de transporte, entre caminhões, carros, motos, bicicletas, ônibus, vans e cavalos.

Quem foi São Cristóvão?

Ao longo de sua vida, São Cristóvão converteu ao cristianismo milhares de pessoas e nos dias atuais é reconhecido como o padroeiro dos viajantes e motoristas, tendo em vista que usou o seu próprio corpo como meio de transporte para as pessoas.

Após converter-se e batizar-se ele decidiu praticar um ato de caridade ajudando as pessoas a atravessarem um rio perigoso. Certo dia, depois de ajudar um menino na travessia, disse-lhe: “Menino, pesas tanto como se eu tivesse o mundo sobre os meus ombros”. “Bom homem, respondeu-lhe o menino, não te espantes, pois não só carregaste o mundo inteiro como também o dono do mundo. Eu sou Jesus Cristo, o Rei que estás a servir neste mundo, e, para que saibas que digo a verdade, põe teu cajado no chão junto à tua casa e amanhã verás que ele estará coberto de flores e de frutos”. E assim se cumpriu.

Vale ressaltar que o nome “Cristóvão”, vindo do grego, quer dizer “aquele que carrega Cristo” e é também um convite para que nós “carreguemos” Cristo em nosso coração e em nossas vidas.





sexta-feira, 17 de julho de 2015

Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos realizará Missa de São Cristóvão e aniversário da cidade



 Por Jéssica Oliveira

A celebração será no Cruzeiro da Vila Honorina, às 9h do dia 26 de julho (domingo); Após haverá carreata, cavalgada e bênçãos

A Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos realizará no dia 26 de julho (domingo) Missa em louvor a São Cristóvão e em ação de graças pelo aniversário de 117 anos da cidade de Agudos. 

A Missa será campal e celebrada no Cruzeiro da Vila Honorina, às 9h. Em seguida, a carreata e cavalgada seguirá pelas ruas da cidade até a Paróquia São Paulo Apóstolo São Paulo Apóstolo, onde serão realizadas as bênçãos dos animais e meios de transporte.

Mais sobre São Cristóvão!

Ao longo de sua vida, São Cristóvão converteu ao cristianismo milhares de pessoas e nos dias atuais é reconhecido como o padroeiro dos viajantes e motoristas, tendo em vista que usou o seu próprio corpo como meio de transporte para as pessoas.

Após converter-se e batizar-se ele decidiu praticar um ato de caridade ajudando as pessoas a atravessarem um rio perigoso. Certo dia, depois de ajudar um menino na travessia, disse-lhe: “Menino, pesas tanto como se eu tivesse o mundo sobre os meus ombros”. “Bom homem, respondeu-lhe o menino, não te espantes, pois não só carregaste o mundo inteiro como também o dono do mundo. Eu sou Jesus Cristo, o Rei que estás a servir neste mundo, e, para que saibas que digo a verdade, põe teu cajado no chão junto à tua casa e amanhã verás que ele estará coberto de flores e de frutos”. E assim se cumpriu.

Vale ressaltar que o nome “Cristóvão”, vindo do grego, quer dizer “aquele que carrega Cristo” e é também um convite para que nós “carreguemos” Cristo em nosso coração e em nossas vidas.

Serviço

A Missa de São Cristóvão e do aniversário da cidade de Agudos será realizada no domingo (26), às 9h no Cruzeiro da Vila Honorina, que fica próximo à Avenida Carvalho Pinto (entrada de Agudos). Informações pelo telefone (14) 3262-1237.