segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Última Missa do ano será realizada amanhã na Paróquia São Paulo Apóstolo

A celebração terá início às 20h e contará com momentos de reflexão e agradecimento pelas ações realizadas durante o ano, além da exibição especial da retrospectiva 2013

A Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos realizará amanhã (31) a tradicional Missa de véspera de Ano Novo. A celebração terá início às 20h e contará com momentos especiais de reflexão pelo ano que está terminando e recepção do que estará começando.

Ainda na Missa, a equipe de comunicação da Paróquia lançará a campanha #RedeDeIrmãos com a exibição da retrospectiva 2013 que, nesta edição, teve produção digna de cinema. “Fizemos uma parceria com a produtora agudense Aracno Filmes para relembrar todos os momentos especiais deste ano. Quem apresentará o vídeo são os próprios jovens que fazem parte de pastorais e movimentos da Paróquia”, conta Isabela Gaspar, assessora de comunicação.

Já o pároco Frei Ademir Sanquetti afirma que a última celebração do ano é um momento muito especial para todas as famílias. “É um momento de ação de graças que ficará ainda mais especial com a presença dos paroquianos”, diz.


Serviço


A Missa de véspera de Ano Novo terá início às 20h. A Paróquia São Paulo Apóstolo fica na Avenida Benedito Otoni, 582, Centro, Agudos – SP. Informações pelo telefone (14) 99106-9063.

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Missa de véspera de Natal na Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos

Bênção do presépio e o tradicional “Noite Feliz” emocionaram os presentes

A Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos realizou na noite de ontem (24) a tradicional Missa de véspera de Natal. A celebração foi presidida pelo pároco Frei Ademir Sanquetti e concelebrada pelo Padre Archimedes Zulian da Igreja de Santa Cruz de Araraquara (SP).

Durante a celebração, Frei Ademir lembrou a todos os presentes sobre a importância da celebração do Natal, afirmando que é um tempo de glorificação. “Devemos pedir ao Menino Jesus que permaneça em nossa vida e na da nossa família. É tempo de glorificá-lo”, disse

A Missa festiva contou com bênção do presépio, além do tradicional “Noite Feliz” que embalou os presentes durante a bênção final.

Mais

Na próxima terça-feira (31) a comunidade católica se reunirá para celebrar a chegada 2014. A Missa de véspera de Ano Novo terá início às 20h e contará com super produção para a exibição da retrospectiva 2013.

A Paróquia São Paulo Apóstolo fica na Avenida Benedito Ottoni, 582, Centro, Agudos - SP. Informações pelo telefone (14)99106-9063. 

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Natal: Tempo de construir laços

Jesus veio ao mundo para trazer paz e união
Em cumprimento à promessa que Deus fez ao homem, traçando-lhe um plano para a redenção e salvação eterna, nasceu Jesus. Tempos em que a humanidade estava desacreditada de tal promessa,os homens trilhavam caminhos diversos e muitos já não esperavam e nem esperavam mais que o Messias viria ao mundo em carne gerado por uma mulher.
A cidade de Belém estava agitada, muitas crianças corriam entre um grande número de pessoas que chegavam para o alistamento solicitado pelas autoridades. Os comerciantes já comemoravam o sucesso dos negócios e vendas em alta pelos hóspedes da movimentada cidade, buscando acomodar um número anormal de pessoas que necessitavam de um simples lugar para acomodarem suas famílias.
Entre estas pessoas estavam o carpinteiro José e sua esposa Maria, grávida e prestes a dar à luz. Viajaram da Galiléia para Belém e, todos que os viam, percebiam o cansaço, que nitidamente demonstravam. O simples casal continuava sua busca de um lado a outro à procura de um lugar, humilde que fosse, para se hospedarem, mas toda a cidade estava ocupada pelo acúmulo de pessoas que chegavam de várias regiões e aldeias circunvizinhas.
E estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz, porém, sem conseguirem vagas em um local adequado para passarem a noite, encontraram uma estrebaria. Neste simples lugar Maria deu à luz a um lindo menino e pôs-lhe o nome de Jesus. Envolveu-o em panos e deitou-o numa manjedoura. Toda a Terra se alegrou com o advento do nascimento do Messias.
Homens, mulheres e crianças perceberam que aquela data era especial, pois as estrelas brilhavam em uma noite feliz. A natureza recebia o Redentor da humanidade. Os pássaros certamente externavam sua alegria em afinados cantos e a multidão dos exércitos celestiais cantava: “Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens”.
Seu nome era Jesus, filho unigênito de Deus que deixou sua glória e vestiu-se de humildade e cumpriu seu ministério terreno, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Não só para a cidade de Belém (Palestina), onde Ele nasceu, mas para toda a humanidade. Se existe uma época do ano que é sinônimo de família é o Natal. Já é famosa a tradição de fazer festas de fim de ano em família, reunir todos sob um mesmo teto para comemorar o nascimento de Jesus.
 A novena de natal é o inicio da preparação na família para fazer refletir sobre o verdadeiro espírito do Natal. Ler textos de Natal em família ajuda a colocar todos em sintonia com o verdadeiro significado desta festa que está muito além dos presentes e do Papai Noel, o Natal é a união, a reflexão sobre a verdadeira importância de cada um dos membros em nossa vida, mesmo que muitas vezes existam os conflitos familiares, até estes fazem parte deste imenso universo onde nascemos e crescemos.
Natal é época de reunir a família, as gerações, para comemorar um dos acontecimentos mais importantes, o nascimento do Salvador, tempo de construir laços.
Busque conhecê-lo intimamente e viva um NATAL cheio de graça e bênçãos do dono da festa JESUS CRISTO.
FELIZ E SANTO NATAL!
Frei Ademir Sanquetti,

Pároco

Ano Litúrgico


Queridos paroquianos,

Sejam bem-vindos ao mês de Dezembro, o último do ano. Neste mês vamos refletir sobre o novo Ano Litúrgico que teve início em 01/12, 1º domingo do Advento.

O Ano Civil começa em 1º de Janeiro e termina em 31 de Dezembro. Já o Ano Litúrgico começa no 1º Domingo do Advento (01/12/2013) e termina no sábado anterior a ele (29/11/2014).

Desta forma, entramos no Ano A  - Mateus, que tem como tema: "Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, eu estou no meio deles" (Mt 18,19).
Iniciamos na Igreja o novo Ano Litúrgico com o tempo do Advento. Somos convidados a caminhar durante um ano celebrando os mistérios de nossa fé e buscando viver a palavra de Deus em nosso dia a dia.
Dentro da pedagogia da Igreja, que aos domingos tem leituras bíblicas, sendo sempre três distribuídas ao longo de três de anos, estamos vivendo o assim chamado “Ano A”, que tem como evangelista principal São Mateus. Na maior parte do ano litúrgico seremos acompanhados na proclamação desse Evangelho que irá nos mostrar os caminhos do Senhor durante este ano. Quem participa das Missas aos domingos, ao final de três anos terá escutado quase toda a Bíblia proclamada, cantada e rezada na liturgia.
Mas junto com a abundância dos textos, a distribuição do Ano Litúrgico com seus sinais, cores, cantos e celebração dos principais mistérios de nossa fé, nos ajudará a viver a “espiritualidade bíblico-litúrgica”, que é base de todas as demais e nos alimenta em nossa caminhada.
Junto com toda a Igreja, a Eucaristia nos alimenta e é nossa vida!
E, ao participar, experimentamos que Cristo nos acompanha e está ressuscitado em nossas comunidades que celebram a Sua presença e se tornam, por isso mesmo, testemunhas da ressurreição.
Celebremos o novo Ano Litúrgico que se inicia!
Abraços a todos,
Frei Ademir Sanquetti,

Pároco 

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Jovens da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos visitaram a exposição “Quem é o Homem do Sudário?”

Unidos pela Fé e Juventude Franciscana tiveram contato com réplicas de peças feitas em Israel, estátua de bronze, holograma, informações sobre as experiências científicas que envolvem o manto que cobriu o corpo de Jesus após sua morte, dentre outras atrações na exposição internacional

Os grupos de jovens, Unidos pela Fé e Juventude Franciscana, da Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos visitaram a exposição internacional “Quem é o Homem do Sudário?”, realizada no mês de novembro no Boulevard Shopping Nações em Bauru. Réplicas de peças feitas em Israel, estátua de bronze, holograma e informações sobre as experiências científicas que envolvem o manto que cobriu o corpo de Jesus após sua morte, foram algumas das atrações conferidas pelos jovens.

A alegria e a satisfação pelo contato com uma exposição fascinante foram compartilhadas pelos grupos. “Foi um momento de grande emoção para o grupo, pois além de estarmos confraternizando, tivemos uma experiência muito bonita de oração e reflexão diante de tudo o que nos foi apresentado e explicado sobre todas as descobertas e histórias que envolvem o Santo Sudário”, comenta a coordenadora Marisa Ramos do grupo Juventude Franciscana.

Emoção confirmada pelo grupo de jovens Unidos pela Fé que, também, fez questão de levar a pequena Maria Júlia, filha de Daniel e Natalina, membros do grupo, para visitar a exposição internacional. “Vejo que o mistério da cruz é algo tão inexplicável que, ao presenciarmos essa experiência de conhecer o Sudário, descobrimos uma prova de amor maior do que tudo que existe”, relata Daniel Murari Cabrero, membro do grupo.


Mais

Um dos destaques da exposição é o holograma (imagem virtual ativa exposta em lugar diferente de onde está o objeto real) em 3D do Santo Sudário que possui cerca de dois metros de altura e foi produzido pelo cientista holandês PetrusSoons. Outra atração é a estátua em bronze que reproduz as dimensões legítimas do corpo do Sudário, feita pelo renomado escultor italiano Luigi Enzo Mattei.
 
A exposição também traz um quadro inédito que reproduz como seria a mãe do Homem do Sudário. Além disso, o público poderá ver painéis, vídeos e infográficos explicativos, peças como flagelos, coroa de espinhos e pregos utilizados na crucificação (réplicas feitas em Israel).

O lençol mortuário de Jesus Cristo está guardado na catedral de Turim (Itália), desde o século 14. Cercado por misteriosas crenças e fonte de estudos científicos, a peça apresenta marcas impressas no tecido que são semelhantes ao rosto de Cristo.

A mostra reconstitui a trajetória do Homem do Sudário por meio de réplicas de objetos datados da antiguidade, confeccionados em Israel. Já reuniu mais de 500 mil pessoas somente no Rio de Janeiro durante a Jornada da Juventude (JMJ), realizada em julho deste ano.


Ainda dá tempo...

A exposição “Quem é o Homem do Sudário?” vai até o dia 1 de dezembro no L1 do Boulevard Shopping Nações. Visitas poderão ser feitas das 10h às 22h de segunda a sábado e das 14h às 20h aos domingos. Para grupos é necessário o agendamento de visitas guiadas pelo telefone (14)3233-7012. O Boulevard Shopping Nações fica na Rua Marcondes Salgado, 11-39, Chácara das Flores, Bauru – SP.A entrada é gratuita.

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

O testemunho virtual

Por Diego Pires Rodrigues
Empreendedor Social, Gestor de Comunicação e de Projetos Sociais
"A rede não é um meio de evangelização e, sim, um local de fé. A ‘mídia social’ transforma a nossa capacidade de existir.” Com as palavras de Pe. Antonio Spadaro S.J, conclui-se que a missão de evangelizar por meio das redes é possível, desde que tenha testemunho. E aí? Você faz isso?

São tantas redes sociais e tantos meios que nos deparamos com realidades diferentes, com assuntos mundiais em apenas uma tela de computador. Mas entre tantas mensagens o “testemunho” está presente?

Ao refletir o que se vive na Igreja dentro e fora dela é um ato de fé! Isso porque vivemos em uma era onde o virtual está presente em cada momento. 

Será que nós jovens estamos vivendo a mensagem da Igreja Católica em nossas redes, a de compartilhar a mensagem de amor, prosperidade e fé para com o próximo? Somos espelhos da nossa vida cotidiana na web? Estamos ajudando o próximo, mesmo com um “siga em frente e fé em Deus”? São pequenos questionamentos que embasados na vivência católica devem ser respondidos afirmativamente. 

Entretanto, nem sempre isso acontece, por problemas maiores, e é onde devemos refletir e pedir ajuda ao nosso Senhor. Quando acreditamos que nossos problemas serão resolvidos com a unção de Deus, com certeza viveremos o testemunho verdadeiro da juventude Católica nas redes.

São pequenas ações, como  compartilhar uma mensagem motivadora, dizer “Deus está contigo” em ambos os mundos, virtual e social, que exaltaremos que a juventude é o futuro da Igreja Católica. Sem a nossa força jovem ao testemunhar nossas conquistas, momentos de oração e de fé, estamos deixando de existir a “fé” no mundo jovem. 
E então, o testemunho está e estará presente no mundo virtual para revelar a juventude católica? É com você esta missão, não deixe de revelar a essência de viver por Cristo nas redes, faça o local Dele, ser em todos os lugares!
Faça parte da rede de jovens que está mudando a visão da juventude na Igreja e se conecte: www.jovensconectados.org.br.

terça-feira, 8 de outubro de 2013

São Francisco de Assis e Nossa Senhora Aparecida


Queridos paroquianos,

Sejam bem-vindos ao mês de outubro, dedicado a São Francisco de Assis e Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.
Nesta edição do Timoneiro quero refletir com vocês um pouco da história destes dois santos de nossa Igreja e padroeiros de duas comunidades da Paróquia São Paulo Apóstolo.

 

Pregador e pacificador

Francisco era direto e simples, longe da eloquência sacra de seu tempo, mas afirmam que sua sinceridade e compreensão das dificuldades da vida popular, sua habilidade em evocar imagens ilustrativas vivazes em pequenas parábolas ou histórias retiradas de suas experiências do cotidiano entre o povo e sua capacidade de apresentar a doutrina cristã de forma inteligível, faziam que seu discurso tivesse um efeito persuasivo profundo. Fazia uso do humor e de uma atuação que tinha muito de teatral, a fim de que a mensagem se fizesse mais acessível e atraente.
Sua paciência e bondade para com todos fizeram com que fosse procurado constantemente por pessoas de todas as posições sociais que iam a ele em busca de conselho e orientação. A todos instruía na melhor forma de alcançar a salvação na condição em que se encontravam.
Nas missões, pessoalmente, conseguiu a paz em vários conflitos internos nas cidades italianas de Arezzo, Peruggia, Siena, Gubbio e Bolonha e, pouco antes de morrer, já gravemente enfermo, fez a paz entre o Bispo e o poder civil em Assis.
Como Cristo recomendara a seus apóstolos que em cada casa em que entrassem dissessem: "Que a paz do Senhor esteja nesta casa", usualmente Francisco costumava iniciar e terminar suas prédicas com a proclamação da paz.




Padroeira do Brasil

Em 1917, no rio Paraíba, os pescadores Domingos Garcia, Felipe Pedroso e João Alves resgataram a imagem de Nossa Senhora Aparecida de suas águas.
João Alves, o mais jovem, chegou a exclamar: "será que pescaram todos os peixes do rio e não nos avisaram?". E no silêncio da madrugada só se ouvia o riso humorado dos três, que sem compreenderem o que acontecia, comentavam o fato com tranqüilidade de espírito e plena aceitação da ocorrência. Sem dúvida, precisavam dos peixes e lutavam tenazmente para consegui-los, mas aceitavam com dignidade o fracasso da pescaria.

Quando estavam no porto de Itaguaçú, o suor brotava de suas fontes morenas, queimadas pelo sol, enquanto perseverantemente insistiam na pescaria. E aí aconteceu o imprevisível...

João Alves após lançar a rede em busca dos peixes se depara com o corpo de uma pequena imagem de barro, sem cabeça, embaraçada nas malhas da rede. Examinou-a com cuidado e mostrou-a aos outros dois que, como ele, ficaram admirados com o achado. Envolveu-a na sua camisa e colocou-a num canto do barco.
Remando um pouco mais para alcançar outra área, decidiu lançar a rede em busca dos peixes. Seus companheiros silenciosamente observavam, quando aconeceu outra surpresa ...
Uma pequena bola de barro, bem menor que as malhas da rede, vinha embaraçada nela. Cuidadosamente removeu o lodo com a mão e viu tratar-se da cabeça da imagem! Era uma santa feita de barro escuro, a imagem de uma senhora.
Repleto de expectativa e curiosidade, lentamente o pescador começou a recolhê-la e, logo de início, observou algo anormal, um peso volumoso que a pressionava para baixo e quase arrastava o barco. Com dificuldade, os três se juntaram e puxaram a rede retirando-a do rio. Que maravilha! A rede estava repleta de peixes.
Depois de muitos anos...
O local onde Nossa Senhora Aparecida foi encontrada virou um Santuário que recebe milhões de fiéis todos os anos (veja mais sobre o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida na matéria sobre a nossa romaria). Neste ano, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, o Papa Francisco visitou o Santuário.
Emocionado, o Papa disse em sua homilia durante Missa no Santuário : “Quanta alegria me dá vir à casa da Mãe de cada brasileiro, o Santuário de Nossa Senhora Aparecida. Temos uma Mãe que sempre intercede pela vida dos seus filhos, por nós, como a rainha”


Que, assim como o Papa Francisco, nós também possamos bater à porta da casa de Maria, pois Ela nos abrirá e nos fará entrar.
Que alegria!

Abraços a todos,
Frei Ademir Sanquetti

Pároco

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

JUVENTUDE: CHAMADO PARA NOS CONDUZIR A UM NOVO TEMPO


A Igreja, durante o tempo quaresmal, nos apresenta o jejum, a esmola e a oração, como exercícios preciosos, no caminho de nossa transformação em Jesus Cristo. A quaresma deve, portanto, vir iluminada pelo desejo de conversão.
Neste tempo especial, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB nos apresenta a Campanha da Fraternidade como momento de conversão pessoal, comunitário e social.
Pensando nestes ideais, a CF deste ano é voltada para os jovens, com o tema: “Fraternidade e Juventude” e o lema , inspirado no profeta Isaías 6,8: "Eis-me aqui, envia-me!".

A Campanha da Fraternidade (CF) terá inicio na Quarta-feira de Cinzas, no dia 13 de fevereiro, por isso, vamos conhecer um pouco dos seus objetivos:

Objetivo  Geral: Acolher os jovens no contexto de mudança de época, propiciando caminhos para seu protagonismo no seguimento de Jesus Cristo, na vivência eclesial e na construção da vida, da justiça e da paz.

Objetivos específicos: 1 - Propiciar aos jovens um encontro pessoal com Jesus Cristo a fim de contribuir para sua vocação de discípulo missionário e para a elaboração de seu projeto pessoal de vida; 2 - Possibilitar aos jovens uma participação ativa na comunidade eclesial, que lhes seja apoio e sustento em sua caminhada, para que eles possam contribuir com seus dons e talentos;  3 - Sensibilizar os jovens para serem agentes transformadores da sociedade, protagonistas da civilização do amor e do bem comum.

O tema trata da juventude de forma geral e abrangente. Todo o trabalho, reflexão e conteúdo que será desenvolvido, aprofundado durante a Quaresma, neste ano de 2013, serão relacionados à juventude. Com o lema “Eis-me aqui, envia-me!” a CNBB traz à discussão, os jovens e a mudança de época vivida atualmente.
O lema ressalta o reconhecimento da parte da Igreja do valor do jovem, provocando neles este compromisso de serem comunicadores da vida e da verdade que liberta os filhos de Deus de todas as amarras, escravidões, condicionamentos. O 'eis-me aqui, envia-me' é a voz forte do jovem que, repleto de sonhos e com grande auto-estima, se coloca à disposição para ajudar a todos nós a navegarmos em águas profundas neste mundo virtual que lhe é caro e próprio. De uma maneira ou de outra, a Igreja sempre trabalhou junto aos jovens; nossa história de evangelização da juventude no Brasil é rica de propostas e sucessos.
A CNBB vem investindo para que todos os jovens a ela confiados possam encontrar acolhida, espaços, orientação e motivação. Entre tantos sinais desta opção destacamos: o documento 'Evangelização da Juventude – desafios e perspectivas pastorais' aprovado em 2007 e dirigido a todas as expressões de trabalho juvenil; o incentivo para que se garanta espaço de unidade na instância diocesana criando o Setor Juventude; o site www.jovensconectados.org.br organizado em 2010 com jovens voluntários ligados às áreas da comunicação e vindos de vários cantos do país e expressões de trabalho juvenil; o pedido oficial feito ao papa em 2007 pela CNBB para que a Jornada Mundial da Juventude pudesse acontecer no Brasil e a sua organização.
Mais do que nunca podemos afirmar: se nossa opção pelos jovens não for consciente, intencional, efetiva, teológica, devemos fazê-la por uma urgente necessidade de sobrevivência! Se aproximarmos este novo dos jovens com a experiência que o mundo adulto tem, muitas coisas poderão mudar e melhorar!  Acolhamos com respeito o que eles têm para nos ensinar! Eles são, acima de tudo, o presente, chamados a conduzir-nos para um novo tempo.
Abraços a todos,
Frei Ademir Sanquetti
Pároco

sábado, 12 de janeiro de 2013

POR UMA JUVENTUDE VOLTADA PARA DEUS E PARA O PRÓXIMO


No primeiro mês do ano, quero dirigir-me especialmente aos jovens de nossa Paróquia, por isso vamos conversar um pouco sobre a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que acontecerá no Rio de Janeiro, de 23 a 28 de julho, com o lema: “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28, 19).

Histórico
A primeira JMJ foi realizada em Roma, no ano de 1986, em nível Diocesano. Sua origem vem dos encontros do Papa João Paulo II com os jovens em 1984 e 1985.
Em 1984 foi celebrado na Praça São Pedro, no Vaticano, o Encontro Internacional da Juventude, por ocasião do Ano Santo da Redenção, quando foi entregue a Cruz Peregrina aos jovens. No ano de 1985 o Santo Padre anunciou a instituição da Jornada Mundial da Juventude.
Mais que um encontro que reúne milhões de jovens, a Jornada Mundial da Juventude dá testemunho de uma Igreja viva e em constante renovação. São vocês, os jovens, os protagonistas desse grande encontro de fé, esperança e unidade.
O objetivo principal da JMJ é que todos jovens do mundo conheçam a mensagem de Cristo, mas é verdade também que, através deles, o ‘rosto’ jovem de Cristo se mostra ao mundo.
Os encontros mundiais são realizados com intervalos que variam de dois e três anos. A última Jornada Mundial da Juventude ocorreu de 16 a 21 de agosto de 2011, em Madri, na Espanha.

Participação
A JMJ está aberta para a participação de todos. Muitas atividades estão previstas, às quais os jovens são convidados a participar, como as catequeses, eventos culturais, momentos de partilha e vida comum.
Existem também as atividades que estão previstas como os atos centrais (cerimônia de abertura, acolhida do Papa, a Via-Sacra, a Vigília dos jovens com o Papa e a missa de encerramento) e os atos extraordinários.

Movimenta Jovem!
Em breve estaremos organizando em nossa Paróquia um grupo e as fichas de inscrições. A hospedagem será feita em casas de família, associações, escolas, universidades e quadras poliesportivas.
Acesse o facebook e adicione o grupo “Jornada Mundial da Juventude – Paróquia São Paulo Apóstolo para ficar sabendo das últimas novidades.
Apesar de ser proposta pela Igreja Católica, a JMJ é um convite a todos os jovens do mundo. Para o Papa João Paulo II, “a esperança de um mundo melhor está numa juventude sadia, com valores, responsável e, acima de tudo, voltada para Deus e para o próximo."

E você? Vai ficar fora deste grande momento?

Abraços,
Frei Ademir Sanquetti, OFM